“Temo que Jesus Cristo passe e eu não o veja passar” (Santo Agostinho)

“Temo que Jesus Cristo passe e eu não o veja passar” (Santo Agostinho)

“Os pobres da África não são da África, são nossos. Os que morrem no Mediterrâneo tentando cruzar [fronteiras] são nossos. Compatriotas são todos os negligenciados, todos os esquecidos do mundo, porque pertencem à nossa espécie”

(Dom Pepe Mujica)

Baixar slide

Na quarta-feira passada (02/09), uma cena comoveu o mundo: um menino sírio, Aylan Kurdi, de três anos, morreu afogado em Bodrum, na Turquia. A fotografia que mostra o corpo de Aylan na praia, sendo resgatado por um policial, tornou-se um símbolo da crise migratória na Europa. Isso não é algo distante, que parece ser apenas “mais uma notícia trágica”. Para além da comoção do fato jornalístico, que logo talvez seja esquecido, esse acontecimento trágico toca a consciência do mundo; interessa a todos nós.

Na semana anterior, Dom Pepe Mujica, ex-presidente do Uruguai, em uma palestra que lotou o auditório de uma faculdade no Rio de Janeiro, fez uma palestra que nos ajuda a tomar consciência de situações que merecem nossa atenção, reflexão e posicionamento. Uma de suas falas durante a palestra:

"Coube-nos viver essa contradição fenomenal. Nunca o homem teve tanto. É possível alterar a natureza. É possível salvar o planeta. É possível povoar desertos, cultivar o mar, esparramar a vida humana pelo universo. Mas para isso é preciso começar a pensar como espécie, e não apenas como país. É necessário cuidar da humanidade de todo o mundo. Os pobres da África não são da África, são nossos. Os que morrem no Mediterrâneo tentando cruzar [fronteiras] são nossos. Compatriotas são todos os negligenciados, todos os esquecidos do mundo, porque pertencem à nossa espécie, ainda que não se deem conta disso, ainda que estejam cheios de egoísmo, cheios de miséria.” (Dom Pepe Mujica, RJ, 27/08/15) [Por Agro Bio]

Cf. a palestra na íntegra no site: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/08/visita-de-jose-mujica-deixa-lotado-anfiteatro-da-uerj.html

Atendimento Secretaria Paroquial
Segunda-feira: 14h às 18h
Terça a sexta-feira: 9h às 12h e 13h às 18h
Sábado: 9h às 12h.
Desenvolvido por CITIS